28 de jan de 2013

Garota de LA - Capítulo 16: Hospital


Oiie Gente, Capitulo 16...


- Pai? - Eu disse num sussurro.
- Ashley? É você? - Quem mais o chamaria de pai?
- Sim.
- Como é bom te ouvir de novo.
- Eu também estou feliz por te ver de novo. Fiquei muito preocupada, e fiquei aqui... - Ele me cortou.
- Eu sei, ficou aqui por quase dois dias.
- Como você sabe?
- Harry me disse, ele estava preocupado com você, e eu o mandei leva-lá para casa. - Eu sorri.
- Mesmo de cama, você consegue tudo, até cuidar de mim.
- E você, está bem?
- Pai...Eu acho que não é comigo que você tem que se preocupar.
- Você parece preocupa...
- Com você? - É óbvio.
- Não, com outra coisa. Me diga, o que está acontecendo. - Alan chegou no ponto que eu não queria que ele chegasse.
- Hum, nada...não é nada pai.
- É o Harry? - Ele estava com a expressão inlegível no rosto.
- Não é...bom é, não...são os dois.
- Que dois? - Eu fiquei em silêncio, sentada no pé da cama, virada para ele.
- Eu não sei. - Ele parecia confuso. Não queria o confundir com meus problemas amorosos, ele já estava mal o bastante preso aquela cama.
- Bom de qualquer forma, se algum te faz sofrer, - Ele não era bom com esse tipo de conversa - Diga que não quer nada.
- Não pai, ninguém me faz sofrer, só, estou...
- Dividida, está dividida?
- Vamos dizer que sim. Eu gosto do Liam, mas não como um namorado, e não queria magoa-lo.
- Tudo bem, mas você tem que dizer isso a ele.
- É, eu, vou tentar. - Então eu tentei mudar de assunto. - E você, está melhor?
- Sim, não fiquei muito ferido.
- Que bom. - Nós conversamos mais um pouco, e eu nem me importei com a hora. Uma enfermeira bateu na porta de a abriu.
- Hum, desculpe queria, mas o tempo de visita acabou.
- Ok. Pai, eu venho te ver de novo amanhã ok?
- Ok. - Eu me inclinei e dei um beijo em sua testa.
- Tchau pai.
- Tchau Ashley.
Eu sai e a enfermeira me acompanhou até a sala de espera. Quando cheguei, percebi que em um sofá estava sentado Harry e no outro Liam. Eu respirei fundo e fui até eles.
- Ashley.
- Liam. - Eu me sentei ao seu lado.
- Eu vim ver seu pai.
- Hum...Ele já está bem agora. - Percebi que os olhos de Harry estavam em meu rosto.
- Que bom. E você?
- Eu?
- Sinto muito pela briga.
- Tudo bem. Eu já esqueci disso. - Eu olhei para Harry, e ele estava com um olhar tenso enquanto Liam passa o braço pelo meu ombro. E eu mordi o lábio.
- Então seu pai está bem? - Harry disse para quebrar o clima, e eles se olharam.
- Sim. Você vai vê-lo?
- Não, eu sei que ele está bem, e já o vi ontem.
- Ok.
- Você quer ir?
- Sim. - Eu olhei para Liam, enquanto Harry se levantava. - Eu preciso conversar com você, mas, essa não é uma boa hora.
- Tudo bem. - Ele se levantou e eu também. - Tchau. - Ele deu um sorrisinho.
- Tchau Liam. - Eu sorri também.
Fui até Harry e fomos até a saída do hospital. Ele me levou para casa, em silencio. Ele estava bravo, mas não comigo.

Continua...

2 comentários: