21 de jan de 2013

Garota LA - Capítulo 15: Cansada de Brigas


Hey People's, capítulo 15. A Web está acabando e já estou com planos para a próxima. Desculpem por não postar esses dias, é que eu fui dormir na casa da minha vó. Casa de vó ninguém resiste não é mesmo?

Já era de manhã, eu podia sentir a claridade que invadia o quarto, e também senti alguém passando a mão em meu cabelo. Abri os olhos, era Harry, eu esqueci que ele tinha ficado comigo aquela noite.
- Você ficou. - Eu disse quase em um sussurro.
- Claro que sim.
- Obrigada.
- Está melhor?
- Sim, não estou mais cansada. - Ele sorriu. - Obrigada por ficar comigo, estou melhor agora, mesmo.
- E isso é bom, não é ?
- É, é sim.
Nós ficamos em silêncio, nos olhando. Ele pegou minha mão e começou a caricia-la.
- Não consigo ficar...sem você. Por mais que sejam bobos, os motivos que te magoam, te deixam mal, e eu não quero você mal, me importo, sabe disso. E, eu sempre vou te proteger, esteja onde estiver.
- Como no sábado?
- Sim. - Eu sorri.
Eu me sentei na cama, e olhei uma fotografia, onde tinham eu, Alan e Kristen. Eu disse para mim mesma, não posso chorar e ficar triste agora, tenho que ser forte, estou tão bem.
- Você está bem? - Harry perguntou. - Ele vai ficar bem. Eu tenho certeza.
Eu assenti com a cabeça e fui me trocar para Harry me levar ao hospital. A campainha tocou e eu fui atender.
- Liam.
- Oi, então você está melhor?
- Sim, obrigada por se importar.
- Não é nada e você sabe disso.
- Harry? O que ele está fazendo aqui Ashley? - Ele avistou Harry descendo as escadas.
- Eu pedi para que ele ficasse aqui, comigo, Liam.
- Você ainda está com ele? Falei param ficar longe.
- Se ela prefere ficar comigo, não é problema seu. - Harry disse chegando perto da porta.
- Quem disse que não é problema meu? Liam o encarou.
- Por favor, vocês não vão começar a brigar não? - Eu disse irritada.
- Se depender dele. - Harry irritou Liam e ele partiu para cima.
- Por favor, vocês parecem duas crianças! - Eu gritei, tentando separa-los. Até que consegui. Eles ficaram se encarando, com expressões de dar medo.
- Liam, é melhor você ir para casa, depois eu, falo com você.
- Tudo bem. - Ele disse ainda encarando Harry, e depois me olhou. - Se cuida. - Ele me abraçou, para fazer ciume, e depois foi embora.
- Dá pra acreditar nesse cara? - Harry disse com um tom de surpresa.
- Olha, não vamos discutir ok? Essa briguinha de vocês já foi o suficiente, estou cansada das brigas de vocês dois. Eu, quero ver meu pai logo.
- Tudo bem, desculpe, eu...fui infantil.
Depois disso fomos para o hospital.
- A recepcionista disse que você pode entrar para ver seu pai. - Disse Harry. - Ele está no quarto 18.
- Tudo bem, eu vou entrar.
Eu passei por aquela porta de vidro, a mesma que Harry entrara na ultima vez que estive aqui. O corredor era grande, com as paredes altas e brancas, eu via vários médicos andando rápido para lá e para cá. Havia uma plaquinha no final do corredor indicando " Quartos 15 à 20 ". Eu andei mais um pouco e virei para o outro corredor, que não era tão grande, o ruim foi que eu fiquei meio enjoada ao passar por um balcão, onde havia um saquinho de sangue estourado, e eu me enjoava com cheiro de sangue, o mais estranho que pareça. Coloquei o dedo no nariz, e apertei o passo, já não bastava meu pai no hospital, eu não queria ficar também. Parei diante a porta verde que indicava o quarto 18, respirei fundo e entrei.
- Pai? - Eu disse num sussurro.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário