15 de jan de 2013

Novo Layout + Garota de LA - Capítulo 14: Preocupada


Oiie Gente, Eu sinceramente amei esse novo layout, ficou L-I-N-D-O, e o que vocês acharam em? Agradeço de coração a Mollie do I'm Fucking a Zombie, se você quiser encomendar um, venha aqui no blog de encomendas dela, o Yourself Encomendas, é só esperar o status abrir. Continuando, trouxe para você o 14º capítulo da web.


Harry chegou no hospital e eu estava lá.
- Eu achei que tinha te deixado em casa. - Disse ele ao me ver. E eu sai correndo em sua direção e o abracei  estava chorando. - Nossa, o que aconteceu?
- O meu pai... ele, ele sofreu um acidente com a ambulância, está muito mal Harry.
- Tudo bem, eu estou aqui. - Ele me abraçou.
Nós fomos até o sofá da sala de espera, onde eu estava antes. Ele m,e ajudou a sentar e ainda me abraçava.
- Você vai ficar aqui, eu vou ter que trabalhar agora, se sentir-se cansada, vá pra casa.
- Eu não vou pra casa, meu pai está aqui, não vou deixa-lo.
- Tudo bem, o importante é que você fiquei calma. Qualquer coisa me chame. - Disse ele se levantando e dando um beijo em minha cabeça.
Eu o observei indo em direção a uma porta de vidro, ele acenou e entrou, eu fiquei lá. Passaram - se horas, e eu estava desesperada, cansada, e triste, muito triste. Eu não podia ligar para Kristen, se eu falasse que aconteceu um acidente, ela iria desligar o telefone antes que eu dissesse que foi com Alan, e que eu estava bem, em partes. O único jeito era esperar. Eu via o tempo passando, e as pessoas também, olhei meu celular eram 6:43 hs, eu estava exausta até que Lindsay entrou pela porta e vei em minha direção.
- Eu vim assim que soube, Harry me ligou faz alguns minutos, ele disse que estava sem tempo, e preocupado com você. - Ela disse, sentando - se ao meu lado.
- Eu...estou bem, mas, meu pai não muito.
- Ou Ashley.
- Tudo bem, eu sei que ele vai ficar bem. - Eu disse deitando minha cabeça em seu ombro.
- Você deve estar exausta.
- Eu não consegui dormir.
Depois disso, Lindsay começou a falar e eu cochilei. Acho que fiquei dormindo por horas. Estava despertando quando senti um perfume bom, e eu conhecia esse cheiro.
- Liam? - Eu disse esfregando as mãos nos olhos.
- Você fica linda dormindo. Está bem?
- Onde está a Lindsay?
- Ela saiu faz uns quinze minutos, ai eu vim ficar com você.
- Há, que horas são? Eu acho que cochilei.
- São quase 12:00 hs. Esta com fome.
- Sim, eu estou aqui desde ontem.
- Vamos. - Disse me ajudando a levantar, parecia que eu estava doente de uma gripe muito forte.
Liam me levou até a lanchonete do hospital, ele pediu um leite com chocolate e pães de queijo para mim. Eu comi tudo, estava faminta.
- Olha Liam, você não precisa ficar aqui comigo, eu estou bem.
- Mas eu quero. - Ele acariciou meu rosto.
- Eu estou muito preocupada com Alan, quer dizer, meu pai. Ele...agora...é tudo pra mim.
- Ele vai ficar bem. - Ele sorriu pra mim. Tentei sorrir, mas foi sem sucesso.
Ele me levou de volta para a sala de espera, até que seu celular tocou e ele ateve de atender. Voltou preocupado.
- O que foi.
- Meu irmãozinho, ele está passando mal, e eu vou ter que leva-lo ao médico, mas em um consultório por causa do convenio.
- Tudo bem, pode ir.
- Não quero te deixar sozinha.
- O Harry está aqui.
- Sabe que eu não confio nele.
- Eu estou pedindo, vá, por mim e por seu irmão.
- Tudo bem.
E ele se foi, eu não queria ficar sozinha, mas também não queria prejudicar outras pessoas por causa disso. Passaram-se mais horas, e eu estava lá, com muito sono. Até que Harry estava saindo de seu plantão.
- Você ainda está aqui, precisa descansar.
- Eu não vou sair daqui até que Alan esteja bem.
- Vamos, faça isso por ele.
- Harry...
- Ashley são quase 22:00 hs. Por favor, não vou te deixar aqui, faça isso por Alan.
- Tudo bem.
Harry me levou para casa, eu estava exausta. Fui tomar banho, e vestir meu pijama. Ele estava em meu quarto, olhando as fotografias, e eu me sentei na cama e comecei a chorar de leve.
- O que foi? - Ele perguntou sentando-se ao meu lado.
- Eu, estou com medo, de perde-lo. - O abracei.
- Ele vai ficar bem.
- Harry...
- Oque?
- Fica comigo? Só hoje? Por favor?
- Tudo bem.
Eu me deitei, enchugando meu rosto, e ele se deitou atrás de mim, me envolvendo em seus braços. Eu podia sentir sua respiração em minha nuca. E então eu dormi no calor de seu corpo. Ele me confortara, como Alan, quando eu era pequena, eu senti agora, mais forte, que o amava.

Continua...

2 comentários: